Colégio Web

Quem é Maria do Rosário?

Publicidade

A política brasileira está repleta de polêmicas e isso é fato. Uma delas gira em torno de Maria do Rosário, uma deputada federal do Brasil. Mas a verdade é que muita gente não faz a mínima ideia de quem é Maria do Rosário e de como ela chegou até a sua posição atual.

E é exatamente para esclarecer essas dúvidas que reunimos aqui uma série de informações sobre a deputada. Afinal de contas, o governo de um país vai muito além de um presidente. Exatamente por isso que é tão importante conhecer quem ocupa as demais cadeiras de um governo do país, pois são elas que vão ser as figuras mais relevantes no governo, mais até do que o presidente, que sem apoio do senado e afins não tem poder nenhum.

Ficou curioso para saber mais? Continue lendo e descubra quem realmente é Maria do Rosário.

Afinal de contas, quem é Maria do Rosário?

Maria do Rosário

Nascida em Verenapólis, em 22 de novembro de 1966, Maria do Rosário é uma professora e política brasileira, que hoje ocupa uma cadeira na Câmara Federal do país. Formada em Ciência Política pela UFRGS e com uma especialização pela USP, começou a sua trajetória política como vereadora em Porto Alegre pelo Partido Comunista do Brasil.

No ano seguinte a sua posse se aliou ao Partido dos Trabalhadores e foi reeleita vereadora de Porto Alegre. Em 1998 ela mudou de posição e foi eleita deputada estadual sendo a segunda mais votada de todo o Rio Grande do Sul.

Foi em 2003 que Maria assumiu o seu primeiro mandato como deputada federal, sendo reeleita em 2006. A gaúcha também já ocupou a Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República durante o primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff.

Porém, a deputada também esteve em torno de algumas polêmicas, entre elas a possibilidade de estar envolvida com o escândalo da Petrobrás, tendo em 2014 um áudio divulgado onde questionava a sanidade mental com um integrante tucano da CPI da Petrobrás.

Maria Rosário

Além disso, o nome da deputada estava na lista de políticos do PT que receberiam doações da Engevix por meio do lobista Milton Pascowitch, homem que foi apontado como o operador das propinas da empresa.

A lista em questão foi divulgada por meio da delação premiada de Gerson de Mello Almada, empreiteiro que é o ex-dirigente da Engevix. Até agora nenhuma das suspeitas foi completamente confirmada e a deputada continua com o seu cargo de deputada federal.

A verdade é que a política brasileira está cheia de polêmicas ainda não resolvidas e nos próximos anos muita gente ainda vai rodar quando seus crimes forem confirmados. Afinal de contas, a corrupção já é praticamente parte integrante do país.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados