Colégio Web

Manuel Francisco dos Santos, o Garrincha

Publicidade

Manuel Francisco dos Santos, também foi conhecido como Mané Garrincha ou Garrincha. Esse importante jogador de futebol da seleção brasileira nasceu em Magé, no ano de 1933. Nas quatro linhas, acabou tornando-se notável por apresentar um tipo de drible desconcertante e, inédito, pelo fato de ter suas pernas um tanto tortas. Para várias pessoas, sagrou-se como um dos melhores ponta-direita na história do futebol brasileiro. No ápice da carreira, começou a usar o nome de Manuel dos Santos. Ele quis homenagear um tio homônimo que o havia ajudado na trajetória profissional.

O maior jogador de drible da história do futebol brasileiro também ficou conhecido como o “O Anjo de Pernas Tortas”, que muito brilhou na Copa do Mundo de 1958 e especialmente na Copa do Mundo de 1962.

Em 1962, quando todos ficaram angustiados com a contusão do rei Pelé, Garrincha acabou se revelando o salvador da pátria e todos conheceram o seu talento ainda mais de perto. A nota dissonante da vida deste importante personagem foi o vício em álcool. Garrincha faleceu muito jovem, no ano de 1983, aos 49 anos, vítima do alcoolismo.

Trajetória

De família humilde, Garrincha possuía 15 irmãos. O apelido teria sido colocado pela irmã, que o associou a um pássaro da região. O traço marcante das pernas tortas nada mais era do que distrofias físicas. A perna direita tinha seis centímetros a menos que a esquerda. Na verdade, as duas pernas acabavam se deslocando para o lado esquerdo.

Muitas pessoas dizem que a distrofia já se apresentou desde o nascimento, mas há informações de que ela também poderia ter sido causada por uma poliomielite.

O Esporte Clube Pau Grande foi o clube de estreia de Garrincha na adolescência. Ali, seu talento já se revelava e logo em seguida o Botafogo percebeu seus belos dribles no estádio carioca. A passagem pela seleção brasileira também foi marcada por muitos momentos de glória, especialmente nas copas do mundo.

Na vida pessoal, casou-se com a namorada de infância chamada Nair. Teve nove filhas. Em seguida, divorciado, estabeleceu nova união com a cantora Elza Soares pelo período de 15 anos, com o nascimento de Manuel Garrincha dos Santos Júnior. A criança acabou vindo a falecer aos 9 anos de idade por conta de um acidente automobilístico. Garrincha ainda teve um filho sueco chamado de Ulf Lindberg, resultante de sua relação com uma mulher da cidade de Umeå, no período em que o time do Botafogo esteve na Europa em 1959.

Manuel Garrincha faleceu em 20 de janeiro de 1983.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados