Colégio Web

Manfredo Hohenstaufen

Publicidade

Rei das Duas Sicílias (1258-1266) nascido em Benevento, último monarca da dinastia Hohenstaufen. Filho ilegítimo do imperador Frederico II (1194-1250) com Bianca Lancia (1217-?) e neto de Henrique VI (1165-1197), Duque de Benevento e Napoli, assumiu o reino da Apúlia e da Sicília após a morte do seu pai (1250). Foi afastado do poder por seu meio-irmão Conrado IV, mas na morte deste (1254) e o filho do rei morto, Conradino (1252-1268), tinha dois anos, retomou o poder como regente. A paz com o papado parecia bem até o momento em que ele se revoltou, nomeou-se rei de Sicília e foi coroado em Palermo (1258). Tinha grande popularidade entre seus súditos mas a Igreja, não o reconhecia seu direito ao trono.

Os novos papas, Alexandre IV (1254-1261) e Urbano IV (1261-1264), prosseguiram buscando um líder estrangeiro que pudesse trazer a Itália novamente sob controle papal. Urbano finalmente apostou suas cartas em Carlos de Anjou (1226-1285), irmão do ReiLuís IX da França, o São Luís(1214-1270), com poder, legitimidade e dinheiro para invadir Nápoles e Sicília e tomar o trono. Considerado um guibelino e um herege, o regente-rei foi excomungado pelo papa Clemente IV (1265-1268)que continuou preparando para ocupar Carlos para o seu lugar. Carlos invadiu a Itália (1265) com o exército do papa e, no ano seguinte (1266) depôs e matou o "usurpador" na batalha de Benevento. Depois de uma busca de três dias, seu corpo foi encontrado e Carlos autorizou que ele fosse enterrado com honras, nos pés da ponte em Benevento, sob uma pilha de pedras depositadas pelos soldados.

Posteriormente, o bispo de Cosenza mandou desenterrar o corpo, sob as ordens do papa, e jogá-lo às margens do rio Verde, fora dos territórios da Igreja. Conradino ainda tentou reconquistar o trono perdido da Sicília, mas foi derrotado e executado (1268) e Carlos coroado Rei das Duas Sicílias (1628), o que não afastou definitivamente os Hohenstaufen do poder na Sicília. O rei morto foi casado em Vercelli (1248) com Beatriz de Savóia (1201-1257) da qual enviuvou e casou-se novamente, em Trani (1258), com Helena Angelina (1242-1271), que morreu na prisão, em Lucera. Constância (1248-1302), sua filha, casou-se (1262) com Pedro III de Aragão (1236-1285), e recuperou a soberania sobre a Sicília. Um dos filhos de Constância se tornou rei de Aragão e o outro assumiu o trono da Sicília.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados