Colégio Web

Jacob Epstein

Publicidade

Escultor americano nascido em Nova York, pioneiro da abstração na escultura e do expressionismo. Iniciou os estudos em Nova York e cursou depois a Escola de Belas-Artes de Paris, mas teve que abandonar o projeto de pintar, devido a uma deficiência visual, e decidiu dedicar-se à escultura.

Estabeleceu-se em Londres (1905) e adotou a nacionalidade britânica. Esculpiu aí suas primeiras obras, entre as quais 18 figuras para o prédio da Associação Médica Britânica cujo realismo suscitou polêmica. Voltou a Paris (1913), para esculpir o túmulo do escritor Oscar Wilde, uma de suas obras mais conhecidas. Contatando com os vanguardistas Picasso e Brancusi, interessou-se pela arte negra e colaborou com o vorticismo, movimento que propunha uma arte abstrata, baseada em ângulos e curvas.

Novamente em Londres (1916), distante das influências vanguardistas, realizou seus trabalhos mais conhecidos e passou a empregar quase unicamente dois materiais: pedra e bronze. Executou várias esculturas monumentais de tema religioso e alegórico, como Gênesis e Ecce Homo, ambas na década de 1930, e uma série de bustos de personalidades da época, como Churchill, Einstein e Bernard Shaw. Cristo em majestade, obra em alumínio (1957) para a catedral de Llandaf, em Gales, e Monumento aos mortos da classe operária (1958), foram seus últimos trabalhos, antes de morrer em Londres.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados