Colégio Web

Fritz Pregl

Publicidade

Químico austríaco nascido em Laibach, Áustria, hoje Ljubljana, Slovênia, que ganhou o Prêmio Nobel de Química (1923) por desenvolver um método de análise de substâncias orgânicas com pesagens microanalíticas. Teve educação básica no Gymnasium local e seguiu para a Universidade de Graz para estudar medicina, onde obteve seu M.D. (1894) e, no mesmo ano, seguiu par a Alemanha, onde estudou química com Karl Gustav von Hüfner (1840-1908), em Tübingen, com Friedrich Wilhelm Ostwald (1853-1932), em Leipzig, e com Hermann Emil Fischer (1852-1919), em Berlin.

Retornou a Graz (1905) para trabalhar no Instituto de Química Médica, sob orientação de Karl Berthold Hofmann (1842-1926) e se tornou professor auxiliar de química (1907). Depois (1910) transferiu-se como pesquisador para a Universidade de Innsbruck, onde se dedicou inteiramente a micro-análise orgânica, e três anos mais tarde regressou a Graz, onde ficou na Universidade de Graz pelo resto da vida (1913-1930).

Foi diretor do Instituto de Química Médica (1916-1917) e depois Vice-Chanceler da Universidade (1920-1921). Suas primeiras pesquisas versaram sobre a constituição química dos ácidos biliares dos animais e humanos. Pelo planejamento e desenvolvimento de métodos de microanálises orgânicas foi honrado com o Nobel. Nunca casou e faleceu em Graz, aos 61 anos, após breve enfermidade. Além do Nobel recebeu muitas outras honrarias e foi autor da obra Die quantitative organische Mikroanalyse ( 1917 ), traduzida para muitos idiomas.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados