Colégio Web

Fritz Albert Lipmann

Publicidade

Bioquímico alemão nascido em Koenigsberg, então Germânia, hoje Kaliningrado, Rússia, e naturalizado estadunidense (1944), descobridor da co-enzima A e um dos ganhadores do Prêmio Nobel de Medicina ou Fisiologia (1953). Estudou medicina, bioquímica e química nas Universidades de Koenigsberg (1917-1922), Berlim e Munique, obtendo o M.D. em bioquímica (1924) na de Berlim e o Ph.D. em química (1927) no Instituto Kaiser Wilhelm de Munique, orientado por Otto Meyerhof. Trabalhou na Holanda e Alemanha, antes de ir para os U.S.A. como Rockefeller Fellow no laboratório de P. A. Levene, no Rockefeller Institute, em New York, onde fez importantes revelações sobre fosfatos (193-1932).

Foi para Copenhagen, Dinamarca (1932) como Pesquisador Associado no Instituto de Biologia da Fundação Carlsberg. Foi para os USA (1939) como Research Associate do Department of Biochemistry, da Cornell Medical School, New York. Dois anos depois integrou-se ao staff do Massachusetts General Hospital in Boston, inicialmente como Research Associate do Department of Surgery, chefiando o grupo do Biochemical Research Laboratory daquele Hospital. Tornou-se (1949) Professor de Biological Chemistry, na Harvard Medical School, do Massachusetts General Hospital, Boston, Massachusetts, U.S.A. (1949-1957) e, a seguir, tornou-se membro do Rockefeller Institute, New York (1957).

Um dos ganhadores do Prêmio Nobel de Medicina ou Fisiologia (1953), com o alemão nascido em Hildesheim, Sir Hans Adolf Krebs (1900-1981), da Sheffield University, Sheffield, United Kingdom, por seus estudos sobre processos metabólicos e a descoberta da coenzima A, uma importante substância catalítica, envolvendo a conversão celular da comida em energia, e morreu em Poughkeepsie, N.Y., U.S.A.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados