Colégio Web

Franz Liszt

Publicidade

Compositor magiar de ascendência alemã nascido em Raiding, na Hungria, conhecido na Europa como o maior pianista do século XIX. Após alcançar o sucesso como pianista, em Viena (1822), mudou-se para Paris (1823) e passou a dar concertos em toda a Europa. 

Conheceu Berlioz, Chopin e Paganini (1830-1832), três personalidades decisivas para sua obra. Viveu com a condessa Marie d’Agoult (1835-1844), sendo que uma filha do casal, Cosima, viria a casar-se com Wagner. Apaixonou-se (1843) pela princesa Caroline Sayn-Wittgenstein, que deixou o marido para viver com o compositor.

Passou a dirigir a ópera do teatro de Weimar (1843), que se tornou a partir de então um importante centro musical, e foi proclamado chefe do movimento musical neo-alemão. Com o fim do romance com Caroline, recebeu as ordens menores em Roma (1865) e passou a compor somente música sacra, e viveu os últimos anos na casa de Cosima e Wagner, em Bayreuth, onde morreu.

Entre suas composições até hoje fazem sucesso as nacionalistas 19 veementes Ungarische Rhapsodien (1846-1885), seus dois concertos para piano e orquestra, as peças para piano as Années de pèlerinage (1837-1854), as Harmonies poétiques et religieuses (1848), os poemas sinfônicos Ce qu’on entend sur la montagne (1848), inspirado em Victor Hugo, a sonata em si menor (1853) e Les Préludes (1854), sobre as Méditations poétiques de Lamartine e a sinfonia de programa Faust (1855) e as Légendes (1863).

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados