Colégio Web

François Furet

Publicidade

Historiador francês nascido em Paris, um dos principais estudiosos da Revolução Francesa (1789). Realizou estudos secundários no lycée Janson de Sailly, e superiores na Faculté des Lettres e na Faculté de Droit, Paris. 

Atacado por tuberculose, interrompeu seus estudos (1950) e internou-se em um sanatório nos Alpes e terminou o tratamento em Paris (1950-1954). Ensinou nos lycées de Compiègne (1954-1955) e no de Fontainebleau (1955-1956). Entrou para a C.N.R.S. para desenvolver uma pesquisa sobre a Révolution française (1956-1960).

Na École des Hautes Études en Sciences sociales (1960) foi seu presidente (1977-1985). Ativo como jornalista foi um dos fundadores (1964) da revista Le Nouvel Observateur. Juntou-se ao staff da University of Chicago (1985), tornou-se membro do Committee on Social Thought e passou a viver entre Paris e Chicago. Interpretou o movimento francês como relação de força entre os diferentes poderes, contrariando a visão mais difundida, a de ascensão da burguesia, com a queda da aristocracia.

Entre outras obras, escreveu Penser la Révolution française (1978), l’Atelier de l’Histoire (1982), Marx et la Révolution française (1986), la Gauche et la Révolution au milieu du XIXe siècle. Edgar Quinet et la question du jacobinisme 1865-1870 (1986), la Révolution 1770-1880 (1988) e Le Passé d’une Illusion (1995), além de La Monarchie républicaine. La Constitution de 1791 (1996) escrito com Ran Halévi. Morreu vítima de um derrame cerebral durante uma partida de tênis, em Toulouse, França.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados