Colégio Web

François Auguste Victor Grignard

Publicidade

Químico francês nascido em Cherbourg, professor da Universidade de Nancy (1909-1932) e um dos ganhadores do Nobel de Química (1912) pela descoberta do reagente de Grignard, empregado em seguida na síntese de muitos compostos orgânicos. Ele freqüentou escolas locais (1883-1887) e ganhou uma bolsa de estudos (1889) na École Normale Spécial, em Cluny. 

Depois de dois anos, a escola foi fechado por causa de uma disputa de políticas metodológicas e ele e seus colegas foram transferidos para outros estabelecimentos para terminar os estudos. Tentou entrar para a Faculté des Sciences, mas foi malsucedido no exame de licenciatura em matemática (1892) e ele resolveu seguir a carreira militar. Para o fim de ele foi Desmobilizado (1893) voltou a Lyon, também chamada de Lyons, capital do Rhône département, e graduou-se no Licencié ès Sciences Mathématiques (1894).

Aceitou (1894) trabalhar na Faculté des Sciences como auxiliar de Louis Bouveault. Depois foi promovido depois a pesquisador com Philippe Barbier. Ele obteve a graduação em Licencié-ès-Sciences Physiques, tornou-se (1898) chefe de práticas e escreveu seu primeiro paper, juntamente com Barbier. Três anos depois ele submeteu sua brilhante tese em compostos orgânicos de magnésio, Sur les Combinaisons organomagnésiennes mixtes (1901), obtendo o grau de Docteur ès Sciences, em Lyon.
 
Depois trabalhou na Universidade de Besançon (1905), voltou a Lyon (1906) e tornou-se professor adjunto da discipolina Chimie Générale (1908). Sucedeu (1909) Blaise no Departmento de Química Orgânica, em Nancy, e no ano seguinte tornou-se professor de química orgânica, em Paris. Durante a guerra visitou os USA (1917-1918) como representante químico do Tardieu Committee e Mellon Institute, e depois da guerra retornou à Nancy e sucedeu (1919) Barbier como Professor of General Chemistry, em Lyon.

Foi nomeado (1921) diretor da École de Chimie Industrielle de Lyon, tornando-se membro do Conselho da Universidade, e (1929) deão da Faculté des Sciences. Autor de mais de 170 publicações sobre suas pesquisas, seus principais livros foram os dois primeiros volumes de Traité de Chimie Organique (1935). Além do Nobel, dividido com Paul Sabatier, francês da Universidade de Toulouse, ganhou muitos outros prêmios como o Cahours Prize do Institut de France (1901/1902) e o Prix Jecker (1912). 

Foi nomeado Chevalier da Légion d’Honneur (1912), Officier (1920) e Commandeur (1933). Também foi Professor Honorário da Universidade de Nancy (1931), Doutor Honorário das Universidades de Bruxelas e Louvain, e Honorary Fellow da Chemical Society de Londres e membro estrangeiro da Academia Real Sueca de Ciências. Casou (1910) com Augustine Marie Boulant e foi pai de um filho único, Roger, que seguiu a carreira do pai, e morreu em Lyon.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados