Colégio Web

François Ambroise Didot

Publicidade

Impressor francês de Estiennes nascido em Paris, criador do Sistema Didot, sistema tipométrico baseado no ponto de 0,3759 mm, segundo a medida criada por Fournier. Pertencia a uma família com larga tradição editorial, sendo o primeiro filho do famoso François Didot (1689-1757), um marchand de Paris, que dispunha de uma fundição e de uma fábrica de papel, dono de editora e livraria no Quai des Grands-Augustins, administrada pelo segundo filho, Pierre-François Didot (1731-1795), e pioneiro no emprego do denominado vellum paper.

O nome do filho ficou intimamente ligado à uniformização dos caracteres, tendo concebido um alfabeto mais lógico e simples (1757) e uma unidade de medida tipográfica, padronizada na Europa (1973) e ainda hoje em uso, que ficou conhecido como o ponto Didot (1784). Construiu (1780) uma prensa de um só movimento, tendo substituído a madeira por ferro, mármore e cobre. Através de moldes de mármore e platina de dimensões idênticas, tornou a impressão mais rápida e a pressão mais forte.

Seus filhos, Pierre Didot (1761-1853) e Fermin Didot (1764-1836), continuaram os negócios da família. Fermin fez os primeiros ensaios, com êxito, da estereotipia (1795) e da qual, no mesmo ano, pediu o respectivo reconhecimento, sendo por isso considerado o inventor da estereotipia. Aposentou-se (1789) e morreu em sua cidade natal, Paris. Essa família marcou de forma indelével a tipografia francesa e européia até ao séc. XIX.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados