Colégio Web

Francesco Bonaventura Cavalieri

Publicidade

Matemático e astrônomo italiano nascido em Milão, Ducado de Milão Império dos Habsburgos, hoje Itália, professor da Universidade de Bologna, inventor do método dos indivisíveis (1635) iniciando uma nova era para a geometria e abrindo o caminho para a introdução do cálculo integral. Entrou para a ordem jesuíta em Milão (1615) e transferiu-se para o monastério de Pisa (1616), onde se interessou por matemática após conhecer Galileu através do Cardeal Federico Borromeo. Orientado por Benedetto Castelli, lecturer em matemática da Universidade de Pisa. Tornou-se assistente do Cardeal Federico Borromeo no monastério de Milão (1621). 

Depois de ensinar teologia tornou-se prior de São Pedro, em Lodi (1623). Após três anos em Lodi, ele foi para o monastério de Parma, foi nomeado para cadeira de matemática em Bologna (1629), quando já estava desenvolvendo a famosa teoria dos indivisíveis, que apresentou no seu Geometria indivisibilis continuorum nova (1635). Essa teoria, depois de muitos séculos, desde os tempos de Arquimedes, simplificava o cálculo de áreas e volumes de várias figuras geométricas.

Também foi responsável pela introduçào na Itália, do logarítmo de funções trigonométricas para o emprego em cálculos sobre astronomia, com o livro Directorium Generale Uranometricum. Também escreveu sobre seções cônicas, trigonometria, ótica, astronomia e astrologia. Correspondeu-se centenas de vezes com muitos matemáticos da época como Galileu, Mersènne, Renieri, Rocca, Torricelli e Viviani. Seu último livro foi Trattato della ruota planetaria perpetua (1646), seu mais famoso discípulo foi Stefano degli Angeli e faleceu em Bologna, Estados Papais, hoje Itália.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados