Colégio Web

Eduard Bernstein

Publicidade

Eduard Bernstein foi um teórico da política alemã que atuou fortemente nos movimentos revisionistas da teoria de Marx. É considerado um dos grandes teóricos da social-democracia.

Filiado ao Partido Social-Democrata (SPD), também fundou o socialismo evolutivo e o revisionismo. Mesmo tendo revisado e tecido elogios ao trabalho de Karl Marx e Friedrich Engels , apresentou equívocos do pensamento marxista e fez críticas ao materialismo da história. Por exemplo, quando rejeitou elementos considerados importantes como a própria metafísica hegeliana, bem como a dialética de Engels.

Para Bernstein, o início do marxismo foi marcado por imaturidade, especialmente no período do Manifesto Comunista, escrito por seus jovens autores. Ele considerava que algumas daquelas ideias eram violentas reproduções blanquistas. O marxismo teria amadurecido em seguida, quando o próprio Marx começa a admitir que o socialismo poderia ser implantado com fins pacíficos, ou com reformas legislativas vigentes em democracias.

Socialismo e capitalismo

Para Bernstein, mesmo sem revolução, a ética poderia ser restaurada para o socialismo em sistemas capitalistas, com os Estados enxergando-os como bons elementos entre as populações.

Em 1875, fundou na Alemanha o SPD (Sozialistische Partei Deutschland). Uma aglomeração partidária com pessoas que defendiam o socialismo mais brando, sem a tomada de poder por meio de uma revolução, mas a partir de eleições. À medida que o SPD ganhava espaço em diferentes conquistas eleitorais, tal compreensão ganhava mais forças. Logo depois de fundado, o SPF conquistou outros dois importantes pesquisadores para tais estudos: Karl Kautsky e Eduard Bernst.

Nas suas críticas ao materialismo histórico, Eduard Bernstein acabou envolvendo economistas que aprimoraram os conceitos sobre a concentração capitalista, com a conclusão de leis e compreensões sobre a pobreza, o impacto junto ao proletariado e outros problemas econômicos.

A ideia principal de Eduard Bernstein é de que o sistema político pode ser solidário e enfrentar melhor o problema da existência de duas classes, uma que oprime e outra que é oprimida. Ele acredita que há possibilidades de compreender um interesse maior que interfira nessa realidade.

O pesquisador também morreu em Berlim, em 18 de dezembro de 1932.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados