Colégio Web

Édison de Souza Carneiro

Publicidade

Advogado e escritor brasileiro nascido em Salvador, Estado da Bahia, estudioso dos temas afro-brasileiros, tornando-se a maior autoridade nacional com relação aos cultos de origem africana e os problemas de aculturação dos africanos. Fez todos seus estudos na capital baiana, até diplomar-se em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito da Bahia (1935), participou do grupo literário Academia dos Rebeldes, a que pertencera também Jorge Amado e Pinheiro Viegas, transferindo-se posteriormente para o Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, onde fundou a Campanha de Defesa do Folclore Brasileiro, da qual foi seu primeiro diretor (1961-1964).

Fez uma viagem à África (1961) a fim de pesquisar em particular os iorubas, procedentes da Nigéria e Daomé, hoje Benin, e sua aculturação na sociedade brasileira, de onde escreveu seu mais importante livro: Candomblés da Bahia (1948). Escreveu vários outros livros sobre religiões, sobre folclore e históricos como Religiões negras (1936), Negros bantos (1937), O quilombo dos Palmares (1947), Trajetória de Castro Alves (1947), A cidade do Salvador (1950), Dinâmica do folclore (1950), A insurreição praieira (1960) e Ladinos e crioulos (1964) e morreu no Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados