Colégio Web

Damião Peres

Publicidade

Historiador e escritor lusitano nascido em Lisboa, também perito em numismática e conhecido pela catalogação das moedas indo-portuguesas do Museu Municipal do Porto. Estudou letras nas universidades do Porto e de Coimbra e tornou-se professor (1912) de estabelecimentos de nível médio e superior. Colaborou no Jornal do Porto e presidiu a Associação dos Jornalistas e Homens de Letras do Porto.

Esteve (1919) na Suíça, na França e na Espanha, a fim de estudar os recursos empregados para o ensino da geografia nesses países. Fundou a Revista de Estudos Históricos (1928) e foi chefe de gabinete do Ministro da Educação (1925-1927). Entrou na Academia de Ciências (1932) e foi um dos fundadores da Academia de História. Viajou ao Brasil (1949) para participar do Congresso de História Nacional, como representante do Instituto para a Alta Cultura.

Em sua produção literária, até morrer em Lisboa, destacaram-se A madeira sob os donatários (1914), D. João I (1917), A História de Portugal (1928), sua obra mais importante e escrita em parceria com Paulo Mereia, O governo do prior de Crato (1928), A diplomacia portuguesa e a sucessão na Espanha (1931), Como nasceu Portugal (1938) e A história dos descobrimentos (1949-1950).

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados