Colégio Web

Damáscio ou Damascius ou Damaskios

1Damáscio foi um patrístico sírio que viveu no período posterior ao nissênico. Era filósofo das escolas neoplatônicas que adotavam a sistemática. Nasceu em Damasco, na Síria, sendo ateniense. Foi o quinto e derradeiro filósofo a representar o neoplatonismo. Tal escola, fundada por Plutarco de Atenas (~ 350 – 420), acabou sendo referendada por seu discípulo Siriano de Alexandria. Proclo Diadoco (412-485), foi antecessor nesta escola, tenso sido seu expoente máximo.

Publicidade

Damáscio realizou seus estudos em Alexandria e Atenas. Foi orientado pela escola ateniense de Proclo. Em seguida, passou a ser diretor da Academia, em Atenas. De tão aplicado aluno, passou a sucessor do mestre. Ainda permanecia nesse cargo quando Flávio Justiniano (483-565), imperador desse período, orientou o fechamento da Academia em 529.

Também foi decretado o fim da gloriosa Escola Neoplatônica. Na verdade, vários editos imperiais acabaram pondo fim a todas as escolas de Atenas. Aquelas que não eram cristãs. Os bens de tais instituições foram confiscados e denominou-se o fim da filosofia pagã de até então.

Novos rumos

Junto com Simplício da Cilicia e vários outros filósofos inconformados, Damáscio dirigiu-se à Pérsia. Lá, retornou novamente a Atenas pois ficou profundamente decepcionado com o pouco sucesso do grupo. Mesmo sendo neoplatônico, também foi um dos melhores comentadores de Aristóteles (384-322 a. C.), depois de Alexandre afrodísio (170-230).

Esse importante filósofo ateniense concluiu vários livros, mas seu destaque em termos de publicação foi Problemas e Soluções sobre o Primeiro Princípio. Nesta obra, Damáscio esclareceu vários pontos da união das almas humanas com as vidas divinas. Muito se comentou sobre tal escrita e os comentários sobre o Parmênides (539-469 a. C.).

Também ganharam importância seus comentários ao Manual de Epicteto e os fragmentos de Vida de Isidoro. Tais obras foram conservadas sobretudo por Fócio. Outras obras preservadas dizem respeito aos tratados da Física, como Simpliciu in Aristotelis physicorum ligros quatuor priores commentária, ao tratado do Céu, ao da Alma, às Categorias.

As mensagens de Damáscio sobreviveram por séculos e reza a lenda que por intermédio de canais secretos, tendo ressurgido, em suas novas encarnações, como a fundação da Sociedade Teosófica (1875). Outros estudos mais novos são atribuídos ao autor, como Comentário ao Filebo, que também tinha sido atribuído a Olimpiodoro e grande parte do Comentário ao Fédon de Platão, também associado a Olimpiodoro, mas que hoje recai para Damáscio. Pesquisadores acreditam que Damáscio morreu em Atenas.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados