Colégio Web

Bento Teixeira

Publicidade

Bento Teixeira Pinta foi literato e poeta que nasceu em 1540. Não se sabe onde morreu no ano de 1618, pois as informações são incertas e pouco prováveis em relação ao seu período no Brasil. A formação escolar básica foi concluída no Colégio da Bahia.

Depois desse período, passou por momentos delicados ao ser acusado de ter assassinado a esposa. Foi nesse momento que ele fugiu para Pernambuco. Lá, redigiu um poeminha épico, em rima oitava, chamado de Prosopopéia, que levantou e enalteceu várias realizações do terceiro donatírio da capitania de Pernambuco conhecido como Jorge de Albuquerque Coelho. Esse pequeno poema foi lançado em Lisboa, no ano de 1601.

As aventuras de Bento Teixeira só estavam começando, pois ele patrocinou, junto com Jorge de Albuquerque Coelho, uma longa viagem marítima a bordo da nau “Santo Antônio”.

Vários fatos ocorridos em tal viagem foram narrados na História Trágico-Marítima de um português e escritor conhecido como Bernardo Gomes de Brito.

Prosopopeia

A Prosopopeia foi publicada em 1601, tenso sido considerada de grande valia histórica e tornado Bento Teixeira famoso por seu talento épico. Jorge de Albuquerque Coelho, terceiro donatário da Capitania de Pernambuco, tem sua vida e façanhas contadas no poema que também trata de algumas ações de Duarte, irmão de Jorge de Albuquerque Coelho.

Dos estudos literários, esse é o único poema conhecido tendo Bento Teixeira como autor.

Trecho de Prosopopeia:

Olhai o grande gozo e doce glória

Que tereis quando, postos em descanso,

Contardes esta larga e triste história,

Junto do pátrio lar, seguro e manso.

Que vai da batalha a ter victória,

O que do Mar inchado a um remanso,

Isso então haverá de vosso estado

Aos males que tiverdes já passado.

A Prosopopeia foi publicada em Lisboa, quando Bento estava no cárcere. Há relatos de que ele tenha nascido em Portugal, mas tal poema é descrito como literatura brasileira já que Bento estudou e iniciou sua carreira no Brasil. Teria marcado o início do movimento barroco ou classicismo no Brasil e teria sofrido influência do poema Os Lusíadas, de Camões na sintaxe e estrutura. A sintaxe, marcada pelo tom clássico, cheio de inversões, o que dificultava para a leitura de leitores do século XXI.

Heróico, o poema exalta a coragem dos dois irmãos em decassílabos. Cada acontecimento passa a ser abordado dizendo e mostrando o que existe nas terras brasileiras e na região de Alcácer-Quibir, que fica situada na África. Nesses locais, os dois irmãos teriam recebido destaque e ganhado uma importante batalha. O naufrágio famoso sofrido na nau Santo Antônio também acabou sendo muito bem descrito por Bento Teixeira em seus versos e escritos.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados