Colégio Web

Alfredo d Escragnolle Taunay

Publicidade

Escritor brasileiro nascido no Rio de Janeiro, que também foi engenheiro militar e oficial do exército, pintor e músico, jornalista e crítico literário e político. Cursou Ciências Físicas e Matemática na Escola Militar e participou da Guerra do Paraguai e outras campanhas militares. Ingressou na vida política e exerceu importante atividade política, como Deputado, Senador do Império e Presidente das Províncias de Santa Catarina e do Paraná, até que se afastou da política quando foi proclamada a República e morreu no Rio de Janeiro.

Projetou-se no meio literário sobretudo graças aos romances A Retirada da Laguna, escrito em francês, e Inocência (1872), um romance regionalista e considerada sua obra prima. No campo da musicologia, seus trabalhos mais importantes foram diversos estudos sobre a obra musical do Padre José Maurício Nunes Garcia e de Carlos Gomes. Foi escolhido como Patrono da Cadeira n. 17 da Academia Brasileira de Música (Ver Villa-Lobos).

Na poesia suas principais publicações foram Pedra do Sono (1942), O Engenheiro (1945), Psicologia da Composição, Fábula de Angion e Antiode (1947), O Cão sem Plumas (1945), O Rio (1954), Duas Águas, Morte e Vida Severina, Paisagens com Figuras e Uma Faca só Lâmina (1956), Quaderna (1960), Dois Parlamentos (1961), Terceira Feira (1961), A Educação pela Pedra (1966), Poesias Completas (1940-1965 e 1968), Museu de Tudo (1976), Escola das Facas (1981); Serial, Antes e Depois, A Educação Pela Pedra (1997), além dos textos em prosa tecendo cnsiderações sobre o Poeta Dormindo (1950) e Joan Miró (1950).

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados