Colégio Web

Adolfo Ferreira Caminha

Militar e romancista brasileiro nascido em Aracati, Estado do Ceará, considerado um dos principais representantes do naturalismo no Brasil. Ainda na infância se mudou com a família para o Rio de Janeiro e ingressou na Marinha de Guerra, no Rio de Janeiro (1883), chegando ao posto de segundo-tenente.

Viajou como guarda-marinha, inclusive para os Estados Unidos, e terminou sua carreira militar após se transferir para Fortaleza, quando foi obrigado a pedir baixa (1888) devido a um envolvimento sentimental escandaloso para a época: fugiu com a esposa de um alferes, com a qual passou a viver.

Publicidade

Trabalhando como guarda-marinha, começou a escrever e publicou o romance A Normalista (1893), em que traçava um quadro pessimista da vida urbana. Viajou pelos Estados Unidos e de suas observações resultou No País dos Ianques (1894) e no ano seguinte consolidou sua reputação literária ao publicar Bom Crioulo, obra na qual abordava a questão tabu do homossexualismo.

Morando no Rio de Janeiro, colaborou também com a imprensa carioca, escrevendo em jornais como a Gazeta de Notícias e o Jornal do Comércio. Violência e sexo foram características de sua obra e já doente ainda publicou Cartas literárias (1895) e Tentação (1896), último livro antes de sua morte atacado por tuberculose, no Rio de Janeiro.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados