Colégio Web

Abumazar

Publicidade

Astrônomo e astrólogo afegão nascido em Balkh, mas morou maior parte de sua vida em Bagdá, onde se tornou um dos mais importantes astrólogos do seu tempo, com vários livros publicados e de grande circulação e considerado mais completo que Abu-Mashar Jafar ibn Muhammad. Influenciado pelo contemporâneo Abu Yusuf (796-873), estudou matemática, aritmética, geometria, música, astronomia e astrologia para entender argumentos filosóficos.

Em seu principal trabalho, o livro De magnis conjunctionibus expôs uma teoria científica sobre a origem do universo, publicado em Augsburg (1489). Personalidade de uma terceira geração de elite intelectuais persas, manteve o conceito de superioridade da intelectualidade iraniana, especialmente no mundo das ciências sassanaianas. Determinou uma herança cultural complexa com várias tendências intelectuais, de pensamento neoplatônico confinada às rígidas doutrinas do Islã.

Também ajudou a preservar o idealismo religioso e morreu em Wasid, na Ásia Central, com a grande reputação de principal astrólogo do mundo muçulmano. Outros livros conhecidos de sua autoria foram Flores Astrologici, publicado em Augsburg (1488) e Introductorium in Astronomiam, publicado em Veneza (1506). Foi pioneiro no estudo da conjunção dos sete planetas no primeiro grau de Áries, e na igual conjunção no último grau de Peixes.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados