Colégio Web

Abraham Gottlob Werner

Publicidade

Geólogo e mineralogista germânico nascido em Wehrau, Saxônia (agora Boleslawiec, na Polônia), que com seus trabalhos, possibilitou a separação entre geologia e mineralogia em ciências distintas e tornando-se o primeiro cientista a classificar os minerais sistematicamente. Começou sua formação com o pai, um inspetor de minas, e estudou Escola de Mineralogia de Freiberg, Saxônia, onde foi nomeado inspetor e professor (1775), e renomado na Universidade de Leipzig. A partir de observações sobre formações rochosas da Saxônia, que considerou extensivas ao resto do planeta, convenceu-se de que os estratos geológicos eram ordenados em sucessões definidas e resultavam de um processo descontínuo de transformação.

A fim de explicar esse processo, defendeu a tese segundo a qual a Terra, em tempos remotos, esteve coberta por um oceano e que os sedimentos depositados pela água haviam provocado o aparecimento dos continentes e formado os estratos rochosos, tornando-se o principal defensor da teoria netunista sobre a origem das rochas, muito difundida no fim do século XVIII especialmente por ser conciliável com a história bíblica do dilúvio universal.. Pela importância do seus trabalhos ao longo de sua vida (só sobre carvão foram 26) é considerado como o pai da geografia histórica. Também elaborou teorias sobre estratificação das rochas e formação das rochas vulcânicas.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados