Colégio Web

Conclusões sobre a transição do feudalismo para o capitalismo

Publicidade

6. Conclusões sobre a transição do feudalismo para o capitalismo
 
A passagem do feudalismo para o capitalismo é marcada por diversos fatos. O sistema feudal estava passando por alguns problemas e o sistema capitalista se aproximava cada vez mais, isso aconteceu no período da passagem do período Medieval para o Contemporâneo.

Os burgueses eram ex-servos que viviam nos campos e passaram a fazer parte da vida nas cidades e do mercado. Nesse momento, a burguesia queria se desvincular do clero, pois com o comércio crescendo os burgueses estavam cada vez mais independentes. 

Algumas cidades se beneficiam com o fim das cruzadas que reabre o mar Mediterrâneo, as principais Gênova e Veneza se fortalecem no comércio por serem cidades portuárias. A chamada “crise de retração” foi ocasionada pela peste negra e pela fome que complicou o comércio mediterrâneo e a economia feudal. Porém, ocorreu um período de crise no comércio europeu, e para resolvê-lo ocorreu uma expansão marítima que ocasionou o comércio e a exploração de fontes de minério recém descobertas.

Uma das primeiras monarquias nacionais foi Portugal, sendo esse o termo usado na crise do feudalismo quando quem passou a deter mais poder foram os reis. Essa situação beneficiou o rei e a burguesia, que entendeu o Estado Nacional como forma de crescimento e desenvolvimento.

Nessa passagem do Feudalismo para o Capitalismo, ocorreram todas essas mudanças na economia, na igreja, nas cidades etc, e principalmente no homem, tornando-o mais crítico e menos teocentrista.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados