Colégio Web

Botulismo

 Uma doença causada por bactéria. Que é rara. A agente causadora do botulismo entra no corpo humano a partir de um machucado ou quando o individuo consome um alimento contaminado. Esse contágio pode ocorrer especialmente a partir de alimentos enlatados ou que não foram preservados da forma correta.

Publicidade

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta que os agentes tóxicos do botulismo podem conter um tipo de substância letal que já é objeto de estudo da Medicina.

Há três diferentes tipos de botulismo: infantil ou de lactante, alimentar e das feridas. Todos esses podem ser fatais e considerados de emergência médica.

A bactéria causadora é conhecida como Clostridium botulinum e é bastante observada em solos ou água que não recebeu tratamento. Vai produzir alguns esporos que conseguem sobreviver mesmo em locais com pouco oxigênio, que é o alimento enlatado ou em conserva. Nesse tipo de ambiente, a bactéria produzirá toxinas que, mesmo ingeridas em baixa quantidade, poderão causar graves envenenamentos.

Como a doença é causada?

A depender do tipo de botulismo é que serão definidas as causas.

Botulismo infantil: chamado de botulismo do lactante, trata-se do tipo mais comum. Acomete crianças com dois a seis meses. A bactéria se multiplica de forma rápida e vai liberando as toxinas na região gastrointestinal do bebê, podendo levar a várias complicações da saúde.

Botulismo alimentar: ocorre quando se ingere algum tipo de alimento que esteja contaminado com a bactéria. Ela vai se proliferando nos ambientes pouco oxigenados e passa a contaminar bactérias ou vegetais. É o que ocorre com os alimento em conserva ou enlatados.

Botulismo das feridas: a bactéria entra no organismo a partir de uma lesão na pele, algum tipo de machucado ou ferida. A toxina liberada faz com que a infecção se desenvolva rapidamente.

 

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados