Colégio Web

O contexto histórico português: Despotismo Esclarecido e o Regime Pombalino

Publicidade

1. O contexto histórico português: Despotismo Esclarecido e o Regime Pombalino

O absolutismo publicava a dependência dos monarcas às leis de Deus, à todos os costumes do país e à todas as leis que o rei vulgarizava para a nação. 

O Despotismo Esclarecido dizia que as leis tinham que ser entendidas pelos soberanos, pois assim o Despotismo das Luzes iria igualar todas as classes sociais diante do poder real, suprindo todos os privilégios que eram baseados na tradição, hereditariedade e etc. 

Esse período foi iniciado em Portugal, com o reinado de D. José I (1750 – 1777) onde seu grande criador foi Marquês de Pombal, que adotou algumas teorias de alguns pedagogos portugueses que haviam vivido no exterior. 

O Iluminismo desempenhou um papel bastante decisivo na educação e na cultura em geral. Então um homem cujo nome era Verney “implantou” um novo sistema de ensino, considerado “Verdadeiro Método de Estudar” (1746), onde todas as reformas educacionais indicam o conhecimento da escrita, humanidade, ciências, línguas, geometria entre outras.

Surge então em Lisboa um reflexo das Luzes e do racionalismo, onde aproximadamente metade da cidade foi destruída por causa de um terremoto, no ano de 1755, onde caíram em ruínas o palácio real, hospitais, ruas, igrejas, e bairros opulentos.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados