Colégio Web

Cúpula do Clima em Copenhague 2009

Publicidade

Cúpula do Clima em Copenhague

Faz mais de 10 anos que são promovidos encontros para discutir o aquecimento global. Entre todos, o que proporcionou maiores resultados foi o de 1997, que originou o Protocolo de Kyoto com metas estipuladas até 2012. O encontro ocorre agora em Copenhague, na Dinamarca, e conta com a presença de ministros do meio ambiente e representantes dos 192 países que fazem parte da convenção UNFCCC (Convenção Marco sobre Mudança Climática, na tradução livre para o português). Estima-se que o encontro conte com a presença de 15 mil pessoas, entre chefes de estado, autoridades da ONU, jornalistas e entidades de proteção ao meio ambiente.

Atualmente o Brasil tem uma participação importante no cenário mundial, pois vem crescendo o nível de poluição juntamente com o crescimento do país. Países como Estados Unidos, China e a União Européia também se destacam na reunião pela sua grande emissão de poluentes.

Entre as propostas, a mais ousada seria a redução de 40% de CO2 (dióxido de carbono) até 2020. Na última reunião, o valor estipulado ficou em 5% e os países em desenvolvimento não eram enquadrados nessa meta. Uma das mudanças que serão propostas, trata da inclusão dos países em desenvolvimento, como Brasil e Índia, nas metas de redução. O Brasil, que a pouco estipulou um Plano Nacional de Mudança Climática, deve ser a favor que os países em desenvolvimento façam parte das metas discutidas em Copenhague.

Um fato curioso é que o Brasil ocupa apenas a posição número 17 no ranking das nações que mais poluem o planeta e é um dos países mais preocupados com a poluição, sediando inclusive o primeiro encontro sobre o clima, a ECO-92 no Rio de Janeiro. Entre os maiores emissores de dióxido de carbono estão: a China, Estados Unidos, Rússia, Índia, Japão, Alemanha, Canadá, Grã-Bretanha, Coréia do Sul e Irã.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados