Colégio Web

Organização de integração da América Latina

Publicidade

Organizações de integração da América latina 
MERCOSUL 

O MERCOSUL (mercado comum do sul) é uma área de livre comércio entre os cinco países da America do sul. Ele era composto por quatro países, porém em 2006, a Venezuela começou a fazer parte dele.

A estrutura do MERCOSUL é construída com base em um protocolo fundado em 17 de dezembro de 1994, esse protocolo é denominado Protocolo de Ouro Preto. 

Sua estrutura é composta pelo:

– CMC (Conselho do Mercado Comum): ele é um órgão que conduz a política do processo de integração, ele é composto pelos ministros da economia dos estados-membros e das Relações Exteriores.

– GMC (Grupo mercado comum): ele é um órgão de decisões executivas, ele fica responsável por firmar os programas de trabalho e de negociar alguns acordos em nome do MERCOSUL.

– CCM ( Comissão de Comércio do MERCOSUL): ele é um órgão que toma as decisões técnicas, ele apóia o GMC em toda parte da política.

O MERCOSUL conta também com a ajuda de órgãos consultivos como:
– CPC (Comissão Parlamentar Conjunta), essa comissão é um órgão de representações parlamentares que contém 64 parlamentaristas, sendo 16 de cada estado Parte. A CPC é formada por Declarações, Disposições e Recomendações. Hoje ela estuda uma possível maneira de futuramente instalar um Parlamento do MERCOSUL.

– FCES ( Foro Consultivo econômico social), este órgão tem por objetivo representar os setores da economia e da sociedade, que se revela por causa do GMC.

O MERCOSUL recentemente firmou-se a:

– CRPM ( Comissão de Representantes do Mercosul), ele é um órgão estável do CMC, ele é composto pelos representates do Estado Parte e é dirigida por uma personalidade de cada um dos países membros. Este órgão tem como função mostrar as iniciativas dos temas referentes ao processo de integração, as negociações externas e a conformidade do Mercado Comum ao CMC.

O MERCOSUL conta com a Secretaria do Mercosul (SM) para dar apoio técnico a Estrutura institucional, pois a SM é uma secretária séria, localizada em Montevidéu, no Uruguai. 

ALCA
O ALCA (área de livre comércio das Américas) que foi implantado em 34 países da América (exceto Cuba) no ano de 1994. Ele tem por objetivo suprimir as barreiras alfandegárias entre os países.

Quando ele for colocado em prática, ele irá se tornar um dos maiores blocos econômicos do mundo, porém na América do norte, existe o NAFTA, e na América do sul o MERCOSUL.

O ALCA terá um PIB (produto interno bruto) no valor de US$ 12 trilhões e uma população com aproximadamente 850 milhões de pessoas, porém existem as dificuldades de implementação, pois os Estados Unidos, por ser o maior país de maior economia da América, leva vantagem na implantação do ALCA, e com isso outros países encontram dificuldades para implantar o ALCA, por apresentarem economias e desenvolvimento nas áreas industriais muito baixos.

O Brasil é a favor de negociações feitas em blocos econômicos, pois com isso ele ganharia força para negociar com os Estados Unidos.

Para os países da América que estão em desenvolvimento, é necessário que eles façam um grande investimento em infra-estrutura, para sua economia agüentar a entrada de um mercado do nível da ALCA. 

ALADI – Associação Latino-Americana de Integração 
Em 1980, com o Tratado de Montevidéu, surgiu a ALADI, para substituir outra associação, a ALALC (Associação Latino-Americana de Livre Comércio). Seu maior objetivo era prosseguir com o processo de integração latino-americana.
Países membros: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, México, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. 

CAN – Comunidade Andina das Nações
A Comunidade Andina das Nações (CAN) é um bloco econômico sul-americano que se formou em 1969 a partir do Acordo de Cartagena. Até o ano de 1996, era chamado de Pacto Andino, quando foi denominado pelo atual nome.
Sua sede fica na cidade de Lima, capital de Peru.
Países membros: Bolívia, Colômbia, Equador e Peru. 

MCCA – Mercado Comum Centro-Americano
Em fevereiro de 1960, a partir do Tratado de Associação Econômica entre os países surge o MCCA (Mercado Comum Centro-Americano).
Sua criação se deu a fim de motivar a paz na região atingida por graves conflitos de guerra.
Países Membros: Guatemala, El Salvador, Honduras, Nicarágua e Costa Rica.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados