Colégio Web

A estrutura da matéria e as modalidades da energia

Publicidade

Desde os tempos antigos, buscou-se conhecer as propriedades dos materiais, pois disso depende o uso que se faz de cada um deles. O material usado para fazer um machado não é o mesmo usado para fazer uma canoa.

Num pedaço de madeira, de ferro, de pedra ou de tijolo percebe-se que há:

massa, isto é, uma quantidade de material que se pode medir com o padrão grama;

volume, que podemos medir com o padrão metro cúbico.

Tudo o que é composto de matéria pode ser medido ou pesado. Sendo assim, a massa e o volume são propriedades comuns a todos os materiais, estas propriedades são denominadas propriedades gerais.

Além dessas propriedades, há outras que nos permitem identificar as diferenças, o que é especifico de cada objeto. O papel, o ferro, a madeira etc., tem cor, brilho, textura, resistência, dureza ou maciez próprios. São as propriedades especificas.

Há na natureza diferentes tipos de matéria, que chamamos de substâncias. Os materiais que compõem tudo o que existe são formados por uma ou pela mistura de duas ou mais substâncias.

O ouro e o ferro, por exemplo, são formados por apenas uma substância.

A  água do mar é composta basicamente pela substância água e outras substâncias denominadas de sais; o ar é composto pelas substâncias nitrogênio, oxigênio e outras.

Se você observar a sua volta irá perceber que a maioria dos materiais que você utiliza é formada pela mistura de várias substâncias, se você ler a composição no rótulo de alguns alimentos, irá notar a variedades de substâncias que existe em um alimento.

Uma mistura de materiais pode resultar o surgimento de um novo tipo de material, que apresentará outras propriedades especificas, se muitas vezes é necessário misturar as substâncias para delas fazermos um melhor uso, outras vezes é preciso separá-las. Por exemplo: precisamos separar o sal da água para utilizá-lo.

Exemplos de alguns materiais que separam materiais misturados:


A peneira é usada para separar a
areia dos torrões e das pedrinhas.

  
O filtro é usado para filtrar a água
e separá-la das impurezas.

Os processos para separar misturas são utilizados de acordo com as propriedades específicas das substâncias misturadas.

Todas as coisas existentes na natureza são constituídas de átomos ou suas combinações.

Uma molécula é formada quando átomos do mesmo ou diferentes elementos se combinam. A molécula é a menor partícula de uma substância que pode normalmente existir de maneira independente.Elemento químico é uma substância feita de átomos de um tipo. O oxigênio, o hidrogênio, o carbono, o sódio, o cloro, etc. são exemplos de elementos químicos.

Atualmente são conhecidos mais de cem tipos de átomos/elementos químicos que fazem parte da composição de moléculas, que formam as substâncias, isto é, os materiais existentes no Universo.

Quando os átomos se agrupam interligados entre si formam um grupamento atômico. A molécula é um tipo de grupamento atômico.

Os diversos tipos de átomos organizam-se, desorganizam-se e reorganizam-se de acordo com determinadas condições da natureza, constituindo os vários tipos de materiais.

Substâncias Simples são aquelas formadas por um único tipo de elemento químico.

Substâncias Compostas são aquelas formadas por mais de um tipo de elemento químico.

Cada substância é formada por apenas um tipo de molécula. A molécula apresenta características e propriedades da substância. Assim, por exemplo, uma molécula de água tem as mesmas propriedades que uma gota, um litro, ou um oceano de água.

Transformação da matéria

O que é uma Reação Química?

Como a ocorrência de uma reação química é indicada pelo aparecimento de novas substâncias (ou pelo menos uma) diferentes das que existiam antes, quando as substâncias reagem, às vezes ocorrem fatos bastante visíveis que confirmam a ocorrência da reação e dentre eles, podemos destacar: desprendimento de gás e luz, mudança de coloração e cheiro, etc.

As reações químicas não ocorrem somente nos laboratórios, mas, em toda a parte e a todo o momento. Oxidação e redução são exemplos destes tipos de reações que ocorrem em nosso dia-a-dia.

Exemplo:

Quando fazemos um bolo, juntamos diversos materiais, inicialmente é apenas um mistura que tem aparência de uma pasta amarelada.

Mas, quando acrescentamos o fermento, ocorrem alterações nas propriedades dos materiais. Isso devido á liberação de gás carbônico por uma reação química – provocada pelo calor do forno – obtemos um novo produto com cor, cheiro e volumes diferentes.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados