Colégio Web

Chapeuzinho Vermelho

Publicidade

Era uma vez uma menina chamada Chapeuzinho Vermelho, que tinha esse apelido pois desde pequenina gostava de usar chapéus e capas desta cor.
Um dia, sua mãe pediu:
– Querida, sua avó está doente, por isso preparei aqueles doces, biscoitos, pãezinhos e frutas que estão na cestinha. Você poderia levar à casa dela?
– Claro, mamãe. A casa da vovó é bem pertinho!
– Mas, tome muito cuidado. Não converse com estranhos, não diga para onde vai, nem pare para nada. Vá pela estrada do rio, pois ouvi dizer que tem um lobo muito mau na estrada da floresta, devorando quem passa por lá.
– Está bem, mamãe, vou pela estrada do rio, e faço tudo direitinho!

E assim foi. Ou quase, pois a menina foi juntando flores no cesto para a vovó, e se distraiu com as borboletas, saindo do caminho do rio, sem perceber. 

Cantando e juntando flores, Chapeuzinho Vermelho nem reparou como o lobo estava perto…
Ela nunca tinha visto um lobo antes, menos ainda um lobo mau. Levou um susto quando ouviu:
– Onde vai, linda menina?
– Vou à casa da vovó, que mora na primeira casa bem depois da curva do rio. E você, quem é? 
O lobo respondeu:
Sou um anjo da floresta, e estou aqui para proteger criancinhas como você. 

– Ah! Que bom! Minha mãe disse para não conversar com estranhos, e também disse que tem um lobo mau andando por aqui.
– Muito obrigada, seu anjo. Assim, mamãe nem precisa saber que errei o caminho, sem querer.
E o lobo respondeu:
– Este será nosso segredo para sempre…
E saiu correndo na frente, rindo e pensando:
(Aquela idiota não sabe de nada: vou jantar a vovozinha dela e ter a netinha de sobremesa… Uhmmm! Que delícia!)

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados