Colégio Web

Cinderela

Publicidade

Cinderela

Era uma vez, no tempo dos reis e rainhas, uma linda menina que se chamava Cinderela. Ela morava com uma madrasta.
A madrasta de Cinderela tinha duas filhas. Essas irmãs de Cinderela eram duas moças muito egoístas e que não gostavam de trabalhar. Em casa, era Cinderela que tinha de fazer tudo. 
Um dia Cinderela ajudou as irmãs se vestirem para um grande baile. Depois, com um sorriso nos lábios e muita tristeza no coração, Cinderela continuou a limpar a casa. 
– Ah!- suspirava Cinderela – Como eu gostaria de ir a esse baile no palácio!
– Você irá querida, você irá! – disse uma velhinha esquisita, que tinha aparecido ninguém sabe de onde – Sou sua fada madrinha e vou ajudar você.
A madrinha de Cinderela agitou a avarinha de condão.
Uma abóbora que havia na cozinha logo se transformou numa bela carruagem. A roupa velha de Cinderela virou um vestido de cetim. – Vá e se divirta – disse a velhinha- Mas trate de voltar para casa antes de meia-noite. 

No palácio, a beleza e a simpatia de Cinderela conquistaram a todos. O príncipe dançou com ela muitas vezes. 
O tempo passou depressa e, para surpresa dela, o relógio do palácio começou a bater meia-noite. Cinderela logo se lembrou do aviso da madrinha.
Assustada, Cinderela deixou cair um pequenino sapato de vidro. O príncipe pegou o sapato e decidiu que havia de casar com a sua dona que havia conquistado o seu coração. 
O príncipe procurou por todo reino.
Finalmente chegou à casa de Cinderela.
As irmãs experimentaram calçar os sapatos, mas seus pés eram grandes demais Até que chegou a vez de Cinderela. 
O sapato de certinho no pé de Cinderela. Vibrando de alegria, o príncipe pediu Cinderela em casamento. Ela não só perdoou as irmãs como arranjou casamento para as duas, com ricos nobres da Corte. E viveram todos felizes para sempre. 

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados